Enfeite sua casa com arranjos de flores natalinos para receber no estilo da data!

Cansou daquela decoração de natal que já usa há vários anos? Uma ótima opção é fazer um arranjo floral para enfeitar a casa durante a ceia. Veja o passo a passo e algumas sugestões para receber a família e os amigos em um ambiente bem decorado, num vídeo abaixo selecionado do jornal impresso Gazeta do Povo para nosso blog.

Arranjos de Flores para o Natal: Como Fazer?

Ainda não se decidiu no presente? Ainda faltam pessoas importantes e queridas para as quais ainda não se decidiu na melhor lembrança? Quer complementar e emocionar alguém amado com um toque simbólico e sentimental? Ainda dá tempo de entregar Flores e Cestas Gourmet em mais de 160 Países e Regiões, com a Especialista em Entregas Internacionais – FloraWeb! Clique aqui e confira nosso site.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Artista plástica faz linha de jóias preenchidas com flores naturais

A desig­ner Khrysty sabe bem o que Marilyn Monroe que­ria dizer com a famosa frase “Diamonds are a girl’s best fri­end”. Khrysty desen­vol­veu uma nova linha de jóias pro­fun­da­mente ino­va­dora, à qual deu o nome de RubyRobin.

Khrysty pega em esfe­ras trans­pa­ren­tes e preenche-​​as com flo­res ver­da­dei­ras. As deli­ca­das péta­las de Dente-​​de-​​Leão, que tan­tos gos­tam de soprar, são um dos recur­sos natu­rais que uti­liza. A cole­ção RubyRobin inclui brin­cos, anéis e cola­res, que explo­ram a rela­ção entre o ser humano e a natu­reza que o cerca.

Fonte: ParqMag

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Conheça mais sobre as tradições de flores de Natal

Natal é um feriado bem no meio de quentes verões no hemisfério sul e de rigorosos invernos no norte, uma pausa bem-vinda para as temporadas de trabalho de fim de ano. É por isso que o verde é uma cor tão importante neste momento do ano. Ele representa a primavera para os povos do norte, o renascimento e nos lembra que as temperaturas mais quentes em breve – enquanto no Sul dá sensações de frescor, natureza e bem-estar, associados ao calor.

Todas as flores de Natal têm significados específicos e uma tarefa importante a desempenhar. Elas significam amor, paz, alegria e opulência em muitas culturas diferentes.

A colourful display of Poinsettias

Então, qual é a flor do Natal? Cada um é rica em sua própria história e tradições. Vamos listar abaixo apenas algumas, na esteira da Poinsettia (Boca-de-Papagaio), postada no início da semana.
A Rosa de Natal
The delicate and beautiful Christmas Rose
A Rosa de Natal é uma planta inglesa e é considerado em diversos locais a ser a flor “verdadeira” do Natal. É período de floração em diversos ambientes e a temporada de inverno e é chamado às vezes de “snow Rose”, ou Rosa da Neve. Esta flor é comumente encontrada na Europa.
A lenda do Rosa do Natal está intimamente ligada ao nascimento de Cristo. Eis como a história vai: Um jovem pastor chamado Madelon, estava cuidando de suas ovelhas em uma noite de inverno frio, quando os sábios passou seu campo levando presentes para o Menino Jesus. Tiveram presentes maravilhosos, como ouro, mirra, frutas e mel. Madelon era muito pobre e não podia comprar um presente para o recém-nascido rei, para que ela começou a chorar de forma inconsolável. Um anjo a viu e ficou com pena. Ele abaixou-se e varreu a neve na frente dela. Em seu lugar, a mais bela flor branca com um toque de rosa apareceu; a Rosa de Natal.

Azevinho (Holly)

O azevinho é conhecido como um símbolo de masculinidade e também é usado como um amuleto de boa sorte. Antes do cristianismo foi associado com os romanos e com o Islã, para ambas as culturas era um símbolo de boa sorte.
Os romanos decoravam suas casas com esta flor de Natal, bem como seus templos e para a sua Saturnalia – uma festa meados de inverno. A planta foi trocada como símbolos de amizade que atuavam como um vínculo de amor e união.

Como o cristianismo evoluiu e se tornou mais popular das associações pagãs foram perdidos e azevinho se tornou parte de uma importante celebração cristã; Natal. Hoje o azevinho está associado com alegria e tranquilidade, na verdade, é dito a melhor maneira de resolver um argumento é a fazê-lo sob uma árvore de Azevinho!
Diferentes culturas têm suas próprias crenças e tradições que cercam o azevinho. Na Inglaterra, ele foi usado para espantar as bruxas e os outros espíritos malignos. Ele ainda foi dito que, se você colocou Holly em torno de raparigas cama que afastar os goblins impertinentes! Na Alemanha; Holly, que já havia sido usado na decoração da igreja foi considerada mágica e foi usado para proteger casas dos Ravishes de trovões e relâmpagos.
Outra crença comum era colocar um raminho do azevinho na cabeceira da cama para trazer bons sonhos.
Ele tem propriedades medicinais, bem como, um tônico feito de holly tinha a fama de curar um resfriado.

Mistletoe/Visco

O visco é uma outra flor de Natal, cujas origens remontam a tempos pagãos. Sacerdotes druidas utilizado esta flor em suas celebrações de inverno, foi mágico, uma vez que não tinha raízes, mas ficou verde para a duração do inverno. Celtas antigos usaram visco como um antídoto para o veneno, para afastar os maus espíritos e para ajudar com a infertilidade.
Usado como um símbolo da paz pelos romanos, foi dito que os inimigos que se reuniram sob o visco iria lançar suas armas para baixo e realmente abraçar!

Escandinavos associam esta flor com Frigga, a deusa do amor. Este é o lugar onde a tradição de “beijar sob o visco” se originou. Para este dia, acredita-se que beijar sob o visco durante o Natal prometeu felicidade e boa sorte para o ano que vem.

Devido a suas raízes pagãs, igrejas primitivas proibiu o uso de visco e em vez incentivou-de seguidores a usar Holly por seus greens de Natal.

Fonte: GrowerDirect

E neste Natal ou Hannukah você pode facilmente fazer alguém querido muito surpreso, feliz e sem palavras com as entregas rápidas e de alto nível de Flores e Cestas Gourmet em mais de 160 países – com entrega grátis! Confira mais sobre ele clicando aqui, no site da FloraWeb, uma empresa reconhecida por serviços de alta qualidade em todo o mundo desde 2000!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Saiba mais sobre a planta que é tradição do Natal: Poinsettia, ou bico-de-papagaio

Aqui no Brasil, a poinsettia (Euphorbia pulcherrima) é mais conhecida como bico-de-papagaio. Ela também tem outros nomes populares, como poinsétia, poinsétia-branca e folha-de-sangue, de acordo com a variedade, que determina as cores de suas brácteas (brancas, róseas ou vermelhas). Mas, lá nos Estados Unidos, onde é considerada um dos símbolos do Natal, a poinsettia recebe nomes sugestivos como Christmas star (estrela-do-natal) ou Christimas flower (flor-do-natal).

Assim como os outros símbolos do Natal, a poinsettia também tem várias histórias que explicam sua relação com esta data festiva e a mais conhecida lenda sobre esta planta, conta que Pepita, uma pobre menina mexicana, nada possuía para presentear o menino Jesus naquela noite de Natal. Enquanto caminhava em direção à capela, juntamente com seu primo Pedro, seu coração estava mais cheio de tristeza do que de alegria. Para consolá-la, Pedro teria dito: “Eu tenho certeza, Pepita, que mesmo o mais humilde presente, se for dado com amor verdadeiro, será valioso diante dos olhos de Jesus”. Não sabendo exatamente o que fazer, Pepita dirigiu-se à beira da estrada e foi colhendo ramos de folhagens comuns e arrumando-as na forma de um ramalhete. Ao olhar aquele amontoado de mato que iria levar como presente ao menino Jesus, sentiu-se ainda mais triste. Enxugou as lágrimas ao entrar na capela do pequeno vilarejo. Ao se aproximar do altar, lembrou-se das palavras do seu primo Pedro e encheu seu espírito de amor, ao colocar os ramos ao pé do presépio. De repente, o as folhagens verdes foram se transformando em flores de coloração vermelho brilhante e todos que ali estavam tiveram a certeza de estar assistindo a um milagre diante de seus olhos. A partir daquele dia, aquelas flores vermelhas ficaram conhecidas como Flores de Noche Buena, e florescem a cada ano durante a época do Natal.

Nativa da América Central, a poinsettia vegetava em uma área do Sul do México, conhecida como Taxco del Alarcon e, pelo que se sabe, os antigos astecas a chamavam “cuetlaxochitl” e não a utilizavam apenas como planta decorativa. De suas brácteas, eles extraíam uma tinta de tonalidade intensa, utilizada como cosmético e no tingimento de tecidos. O líquido leitoso, abundante em suas hastes, era usado na preparação de poções contra a febre. É provável que as primeiras referências que relacionam a poinsettia a festas religiosas, como o Natal, situam-se no século XVII. Em razão de sua cor vermelho-brilhante e pelo florescimento durante o período das festas natalinas, os monges franciscanos começaram a utilizar esta flor para decorar uma procissão típica do Natal, conhecida como “Festa de Santa Pesebre”.

Podemos dizer que o responsável por toda a popularidade da poinsettia no Natal dos Estados Unidos foi Joel Robert Poinsett, o primeiro embaixador dos Estados Unidos no México no período de 1825 a 1829. Nesta época, encantado com a vistosa planta mexicana, levou alguns exemplares para a sua terra, distribuiu entre amigos, enviou para jardins botânicos… enfim, fez tanto que mereceu batizar a planta com o seu nome.

E, por falar nisso, dentre os amigos que receberam a planta, estava o horticultor John Bartram que doou algumas mudas para o viveirista Robert Buist – tido como a primeira pessoa a vender a planta com o nome de Euphorbia poinsettia. A denominação Euphorbia pulcherrima, antes de sua introdução nos Estados Unidos e posterior interesse em sua comercialização, já havia sido reconhecida e publicada por um taxonomista alemão em 1833.

E para quem acha que o nome “pulcherrima” é horroroso, aí vai o seu significado: “a mais bela”.

Como ela é

Planta da família das Euforbiáceas, a poinsettia apresenta uma característica muito interessante: o que parecem ser as pétalas das flores, na verdade, são brácteas, ou seja, são folhas modificadas. Isso ocorre porque as verdadeiras flores da planta (veja detalhe ao lado) são pequeninas e quase insignificantes, não apresentando cores e formas atraentes para os polinizadores. Assim, as brácteas, coloridas e exóticas, que surgem ao redor das flores verdadeiras, cumprem a função de atrair os insetos e aves responsáveis pela polinização da planta.

Sempre vemos poinsettias comercializadas em vasos, o que nos dá a impressão de que se trata de uma planta de pequeno porte. Na verdade, em ambiente externo, plantada no jardim, por exemplo, ela pode atingir 3 metros de altura.

Quer enviar flores em qualquer local do mundo neste Natal ou Hannukah? Não deixe a distância separar você de alguém amado nesta data especial e familiar; mande flores e cestas gourmet para mais de 160 países e regiões com a FloraWeb! Clique aqui e conheça nossos catálogos por país.

Fonte: Rose Aielo Blanco

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Na Inglaterra e na França, flores de papoulas vermelhas para homenagear soldados

Ao lado de milhões de súditos, a rainha Elizabeth II homenageou neste domingo (9) os soldados britânicos e da Commonwealth mortos em guerra, um século após o início da Primeira Guerra Mundial. Acompanhada por várias figuras da família real e do primeiro-ministro britânico David Cameron, a rainha colocou um buquê de papoulas ao pé do Cenotáfio, memorial no centro de Londres que homenageia os mortos. As flores, que cresciam nos campos devastados pela guerra, tornaram-se símbolo dos soldados mortos em combate.

O dia de homenagens, o “Remembrance Sunday” (“Domingo da lembrança”), é organizado todos os anos no domingo mais próximo do 11 de novembro, quando se celebra o armistício assinado em 1918, em Rethondes, entre a Alemanha e os Aliados. Quase um milhão de pessoas de diferentes países da Commonwealth morreram durante a Primeira Guerra Mundial, e quase 500 mil durante a Segunda.

Cameron afirmou que as cerimônias organizadas foram “particularmente importantes”, já que 2014 marca o centenário do início da guerra entre 1914 e 1918, o 70º aniversário do Desembarque, mas também o final da missão de combate das tropas britânicas no Afeganistão. “Hoje, nós estamos reunidos para nos lembrarmos dos homens e mulheres corajosos que serviram nosso país, defenderam nossa liberdade e nos protegeram”, declarou.

Durante toda a semana que antecedeu as comemorações, muitos britânicos usaram broches de papel no formato de papoulas. A flor vermelha também é o tema de uma instalação nos vãos da Torre de Londres, onde 888.246 papoulas, uma para cada homem morto em combate durante a Primeira Guerra Mundial, foram plantadas. Homenagem similar com papoulas existe nos jardins do palácio executivo do governo francês, em Paris.

Fonte: Portal G1

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

O embrião de um novo roteiro turístico: campos de flores na Alemanha

No Estado alemão da Alta Saxônia (Saxônia-Anhalt), especialmente na região da pequena municipalidade de Sülzetal, um novo roteiro turístico vem sendo desenvolvido, organicamente, sem nenhum tipo de publicidade ou incentivo governamental: os campos de flores do entorno vem atraindo cada vez mais interessados em observar o trabalho dos envolvidos, comprar as flores cultivadas, apreciar as belas paisagens ou mesmo ajudar nas colheitas das flores.

A principal flor plantada e comercializada na região é a tulipa, que forma o que os locais se acostumaram a chamar de campos infinitos, pela ilusão que eles causam nas suas extensivas plantações, com horizontais que se colorem de maneira viva e intensa a cada novo florescer. Ainda que sem um trajeto fixo para conhecer, a rota turística aqui vem sendo independente de qualquer amarra. Moradores e visitantes relatam que o melhor jeito é simplesmente chegar na região e ir “seguindo as pistas” – que, no caso, seriam os campos cobertos com flores. Um dos roteiros existentes hoje contempla passeio por bicicleta entre as plantações, dado o relevo menos acidentado na região. As residências rurais são entrecortadas com pequenos vilarejos de simpáticos, humildes e agradáveis cafés – mas recomenda-se ver estadia antes de chegar ao local, sob pena (ou oportunidade, dependendo da visão) de ter que bater a porta de um morador…

Fonte: ProBicycleTours e MSNBC

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Rosas para a top: Gisele Bündchen ganha enorme buquê de flores de estilista

A top Gisele Bündchen ficou pequenininha ao posar, na terça-feira (28/10), segurando o enorme buquê de flores que ganhou do designer e diretor criativo da Chanel, Karl Lagerfeld. Em uma foto postada em seu perfil no Instagram, a modelo brasileira fez cara de espanto e agradeceu pelo presente. “Boa noite em Paris. Obrigada Karl Lagerferld pelas lindas flores.”

Gisele lançou recentemente a nova campanha do perfume Chanel n° 5, um dos produtos mais famosos da marca. Recentemente, diversas modelos e atrizes, de Heidi Klum a Adrianna Lima, vem exibindo fotos pessoais com flores. A aparição vem sendo associada a tentativas de reinvenção e de associar uma imagem positiva e leve, bem como de ressaltar aspectos de seus respectivos trabalhos. A ideia também é chamar atenção para produtos naturais, algo em voga no mercado da moda e mídia, dizem analistas.

Adaptado de Revista Quem

E você, quer também proporcionar uma sensação de leveza e amor para alguém querido? Não deixe de enviar flores! Aproveite os buquês promocionais, com produtos como os Buquês com 12 ou 24 Rosas para os Estados Unidos ou os Buquês de 30, 40 e até 50 Rosas para a França! Saiba mais clicando aqui e acessando nossos catálogos de acordo com o país que você deseja envio.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Tendência prática para o Halloween: abóbora como vaso para flores!

A festa de Halloween, também conhecida como Dia das Bruxas, é comemorada anualmente sempre no dia 31 de outubro – já tradicional no Hemisfério Norte e de popularidade ascendente em países do Sul, como Brasil e Índia – e, com isso, começamos a planejar nossas festas e nossas fantasias. E com a decoração não podia ser diferente; é por isso que hoje no blog da FloraWeb – Flores para o Mundo trazemos algumas sugestões de arranjos para Halloween realizados com flores e abóboras. Confira!

arranjos-para-halloween-com-flores-e-aboboras-1.jpg

Esses arranjos são muito fáceis de preparar; a chave está em combinarmos bem as flores que escolhermos. Como base, podemos utilizar um recipiente de vidro ou de cerâmica, também uma abóbora. Para darmos um toque mais alusivo ao Dia das Bruxas, podemos acrescentar algumas flores nas cores típicas da data (preto e laranja) e figuras de fantasmas ou bruxas, entre outros.

Como todos sabemos, a mais famosa referência a Halloween é a abóbora e nada melhor do que utilizá-la para fazer os arranjos de nossa festa – e dá pra, por exemplo utilizar a abóbora como vaso para suas flores, especialmente a variante moranga, espécie muito comum por todo o país. Vários são os modelos que podemos realizar com esse elemento. O mais clássico seria a abóbora oca, com olhos, nariz e boca cavados e uma aparência demoníaca, conhecida como Jack-o-Lantern.

Adaptado de LarTotal

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

O jardim de flores nas alturas, nos Alpes suíços

As flores de elevada altitude dos Pirineus, da Nova Zelândia, China, Nepal e Tibete também crescem na Suíça. No jardim botânico Alpinum Schatzalp, 3.500 espécies de plantas e variedades de flores provenientes das regiões de altas montanhas de todo o mundo florescem entre junho e setembro.

Além da tradicional e procurada observação de flores – e atividades de busca por espécies típicas e famosas de flores nos campos de Schatzalp – outras atrações do local incluem tobogãs nas montanhas, ski no inverno, chalés tradicionais e passeios de bondes.

Fonte: MySwitzerland

Quer enviar flores para alguém amado que está hospedado ou vivendo na Suíça – ou em qualquer outro canto do mundo? Conte com quem é Especialista na Entrega Internacional de Flores e Cestas Gourmet, realizando desde 2000 entregas em mais de 160 países ao redor do mundo, nos cinco continentes. Clique aqui e confira nossos catálogos separados por país, com preços incríveis e parcelados em até 3x sem juros!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

As diversas utilidades das Flores: uso no mercado da beleza

Elas são famosas pelas fragrâncias, mas, em muitos casos, as flores têm papel mais importante nos cosméticos. Algumas flores dão origem a princípios ativos que cumprem funções terapêuticas em nosso organismo. “Esses princípios ativos protegem as plantas contra agressores e fazem parte do seu processo de reparação. Uma vez aplicados na pele, podem trazer benefícios tais como: tonificação, nutrição, revitalização e regeneração celular”, explica Beth Faria, especialista da marca de cosméticos Kiehl’s.


Nos produtos industrializados, as flores têm seus óleos essenciais extraídos profissionalmente, dessa maneira a matéria-prima concentra, em pouco volume, tudo o que a flor tem de melhor. “São praticamente todos os ativos daquela flor extraídos e condensados em um composto único e precioso”, diz Renata Pagliarussi, gerente geral da Lush no Brasil.


Em alguns casos é possível obter benefícios mesmo em preparações caseiras. As flores da lavanda, alecrim e camomila são boas para a pele e o cabelo. Talvez a mais clássica seja mesmo a infusão de flor de camomila: “O chá de camomila pode ser aplicado nos cabelos e, com a exposição ao sol, deixa os fios levemente mais claros”, conta a cosmetóloga e esteticista Edy Guimarães. Veja quais são as flores mais poderosas do mundo da beleza:

Lavanda: dá origem a um dos óleos essenciais mais versáteis. Acalma a pele, em especial a que passa por algum tipo de sensibilidade.

Rosa: é usada para nutrir, tonificar e homogeneizar o tom da pele. Em aromaterapia, é considerada um afrodisíaco e equilibra os ânimos.


Neróli: melhora o tom e a textura da pele e pode atuar em sinergia com a lavanda para ajudar a melhorar a elasticidade da pele.

Gerânio: também tonifica a pele, ajuda a combater a oleosidade e é antisséptico.

Camomila: Tem propriedades antissépticas, antinflamatórias e sedativas. Na aromaterapia, é versátil: acalma a mente e a pele, ajuda com o estresse e eleva o espírito.

Calêndula: tem ação tonificante, anti-inflamatória, cicatrizante e regeneradora. As propriedades da flor incluem ação adstringente, analgésica, calmante, antialérgica e tonificante.

Prímula: Age nos processos naturais da pele tornando-a visivelmente mais tonificada, descansada e radiante.

Flor-de-Lis: Quando utilizada em seu estado primário, tem efeito peeling, retirando todas as células mortas, uma vez parte da esfoliação da pele.

Fonte: Portal iG

Quer conferir

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

II Festival de Flores e Pachacámac evidencia espécies em extinção

Conhecida como a “Terra das Flores”, o distrito de Pachacámac, no Peru, realizou seu II Festival das Flores entre a quinta-feira 18 de Setembro até o domingo 21, onde uma grande diversidade de espécies de flores estarão expostas – muitas das quais estão ameaçadas de extinção. O distrito de Pachacámac, localizado na extremidade sudeste da região metropolitana da capital Lima, tem número crescente de visitantes, estimulados pelo Parque Metropolitano Paul Paullet, o maior da região.

O evento foi realizado no bairro de Plaza de Armas, que abriga uma centena de diferentes viveiros e famílias produtoras de flores e plantas ornamentais. O objetivo do Festival foi estimular e promover o cuidado com a floricultura e, principalmente, tornar mais em evidência lugares turísticos ecológicos em Pachacámac, como Las Lomas del Lúcumo, Quebrada Verde, El Manzano, etc. Entre as variedades de flores que podem ser vistas são as espécies de begônia, Amancaes, o local “abençoado cardo”, mito (nome advindo da mita, prática comum na colonização espanhola da América do Sul), entre outros. Foi um evento para todas as audiências, com vistas a complementar o eco-turismo, parte crescente na economia da região. O evento deve se repetir, ampliado, no mesmo período dos anos seguintes, no penúltimo final de semana de setembro.

Fonte: Governo do Peru

Já conhece a FloraWeb? Entregamos flores e cestas gourmet em mais de 160 países e regiões, com a agilidade, qualidade e comodidade garantidas por uma equipe de atendentes e floristas próprios pronta para atender-lhe da melhor forma possível! Aproveite nossas flores para o Peru ou para todo o mundo, clicando aqui, com a garantia da experiência de quem é a especialista em entregas internacionais desde 2000!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Já algo comum no exterior, no Brasil flores de casamentos e eventos são reaproveitadas

Uma atitude que já é comum em países como Alemanha, Inglaterra, Canadá, Austrália e Estados Unidos é reaproveitar flores de grandes eventos, como casamentos, feiras e festas para doações em asilos, entidades beneficientes, cemitérios e mesmo em vias públicas. As lindas flores escolhidas com antecedência e capricho pelos noivos para decorar a cerimônia e a festa de casamento podem ter vida mais longa e são capazes de emocionar pessoas que não estavam na lista de convidados.

No Brasil, a atitude começa a ganhar força, motivado pelo surgimento de entidades da Sociedade Civil. Em São Paulo e em Belo Horizonte, o Instituto Flor Gentil e o projeto Amor Perfeito, respectivamente, trabalham para reorganizar as flores que noivas e empresas de decoração doam após as celebrações. Uma equipe de voluntários transforma a doação em novos arranjos que são distribuídos a casas de repouso, hospitais, casamentos comunitários, entre outras ações solidárias.
As flores escolhidas pelos noivos podem ter vida mais longa e são capazes de emocionar quem não está na lista de convidados.

A florista Helena Lunardelli, pioneira na iniciativa e há quatro anos à frente do Instituto Flor Gentil, ressalta a satisfação nas duas extremidades do projeto ao reaproveitar o investimento que foi usado por apenas algumas horas. “Sentimos que as noivas e as pessoas que dão festas ficam muito felizes em ver que vão conseguir fazer muito mais com as flores. Em casamentos de valores muito altos, as pessoas se sentem mais confortáveis de gastar aquele montante porque no final vão levar alegria para outras pessoas e fazer o bem. É uma corrente”, diz a florista.

Quando soube da possibilidade de doar as flores de sua festa para casas de repouso, Sandra Ramos se animou com a ideia. “Em geral, casamento tem muito desperdício, é muito investimento e produção para uma noite só”, conta. A noiva conheceu o trabalho do Instituto Flor Gentil pela cerimonialista Viki Albuquerque. “Achei (o projeto) muito bacana e decidi doar.”

De 2010 a julho deste ano, o Instituto Flor Gentil já distribuiu 45 mil arranjos, que chegaram a casas de repouso, hospitais e até mesmo em casamentos comunitários e coletivos organizados para pessoas de baixa renda. “Fazemos decoração e buquê para essas noivas”, conta Helena. Por meio do programa Fundo Gentil, pessoas de baixa renda podem explicar que não tem como arcar com a decoração de uma festa de formatura, casamento, batizado ou outra cerimônia e pleitear uma doação de flores junto ao instituto. “Nossa ação depende da doação das pessoas”, reforça a florista, que conta com 1900 voluntários e simpatizantes que trabalham para o Flor Gentil. Ao todo, 20 asilos são atendidos pelo instituto, que já contabilizou 305 doadores de flores e tem um fluxo de 300 novos arranjos feitos por semana.

O trabalho à frente do Flor Gentil traz experiências tocantes para Helena. “Lidamos com um momento muito especial e delicado na vida das pessoas. Ficamos pouco mais de um mês sem fazer entrega em uma instituição, porque janeiro é um mês mais fraco em doação, e quando fomos, um idoso com quem eu tinha uma relação próxima, como se fosse da família, tinha falecido. Isso me marcou bastante”, lembra ela.

Em Belo Horizonte, Thaís Costa, blogueira no site Planeta Casamento, e a designer Derlayne Perez, que trabalha em cerimoniais, também se uniram com ideia de colorir a vida dos idosos a partir da doação das flores. Juntas, criaram o projeto Amor Perfeito, inspirado no paulistano Flor Gentil.

Em menos de um mês de atividade, o projeto Amor Perfeito já conta com 20 pedidos de doação por dia. “Nossa motivação foi ver a quantidade de lindas flores indo para o lixo, literalmente, nos casamentos que trabalhamos. Grandes arranjos, flores lindíssimas sendo jogados fora. Buscamos inspiração no projeto que já existe em São Paulo e trouxemos para Belo Horizonte”, conta Thaís.

Ainda com poucos voluntários durante a fase inicial (cerca de 15 a 20 pessoas), as noivas mineiras precisam se encarregar do transporte das flores até o local onde elas serão reorganizadas para a doação. “Inicialmente, os arranjos serão feitos em espaços parceiros e também na casa de voluntários conforme a região que atendermos.”

Para que as flores ganhem uma função solidária, a parceria de voluntários e a doação das noivas e organizadores de eventos são fundamentais. Saiba como participar:

Instituto Flor Gentil
Atividades: com trabalho voluntário e doações, recolhe as flores utilizadas nas cerimônias para reorganizar arranjos que são doados a casas de repousos, hospitais e outros lugares
Área de atuação: São Paulo e, em breve, Campinas (SP), Santos (SP) e Rio de Janeiro
Site: www.florgentil.com.br

Projeto Amor Perfeito
Atividades: com trabalho voluntário e doações de flores, ainda não conta com serviço de transporte para buscar a decoração, mas faz a reorganização dos arranjos para casas de repouso
Área de atuação: Belo Horizonte e região metropolitana
Site: www.projetoamorperfeito.wordpress.com

Fonte: Mídia News

E você quer presentear alguém com flores, seja para uma lembrança feliz no cotidiano, um dia especial como aniversário ou casamento, ou mesmo em uma entrega corporativa de sua empresa? Consulte www.FloraWeb.com.br e surpreenda-se com a FloraWeb, que entrega flores e cestas gourmet em mais de 160 países, para diferentes ocasiões. Consulte os catálogos de acordo com o país que deseja envio – temos presentes adequados para cada momento, seja ele feliz ou difícil! Não deixe de agradar e ser lembrado, mesmo distante.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

New York e London Fashion Week: duas apostas em flores

Se no Hemisfério Sul a Primavera começou há alguns dias, no lado Norte é o outono que inicia-se. Isto não impede, porém, uma aposta clara de diversos estilistas dos Estados Unidos e Inglaterra num dos símbolos primaveris: as flores, em lindas estampas e acessórios adicionais à suas criações. Nas edições do London Fashion Week e do New York Fashion Week, as flores foram presença constante, algo que vem se consolidando há pelo menos 10 anos.

London Fashion Week

Uma série de imagens que um casal de fotógrafos fez durante uma viagem pelo Oceano Pacífico serviu de inspiração para a coleção de Verão 2015 do estilista Matthew Williamson, que se apresentou na Semana de Moda de Londres. Para a temporada, o estilista que vem da forte tradição das escolas de moda do país, misturou o exótico, o exuberante e o glamour para construir um verão cheio de sedas leves, rendas florais, camurças… Nas cores que sairam tantos dos tons que iluminam os dias quantos as noites da estação – como em um céu azul que deu vida a uma saia de camurça saia com babado na frente, combinado com uma blusa amarela drapeado e cortadas. Vestidos transparentes de noite, além dos tons do sol, azul pavão, alaranjado e rosado.

New York Fashion Week

Já o lado mais ousado da aplicação de flores pôde ser conferido do outro lado do Atlântico, na surpreendente linha da estilista colombiana Carolina Herrera. O desfile da estilista na NYFW foi de um estilo feminino e com a cara da estação. Com fotos de flores dispostas de formas diferentes e algumas inspirações em arquitetura. Foi como se as flores fosse reais e Carolina Herrera fosse uma florista profissional.

As flores se tornaram parte ativa e onipresente de qualquer manifestação artística, cultural ou da moda. E, ainda, permanecem como o presente que expressa toda uma gama de lindos sentimentos, por meio de sua beleza, simplicidade e significado. Confira clicando aqui catálogos com lindos arranjos, cestas, buquês e vasos de flores e plantas para mais de 160 países e regiões, com rápida entrega de flores de altíssima qualidade, inclusive em qualquer cidade de países como Inglaterra e Estados Unidos.

Fonte: Portais da Moda e PureTrend

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

A história do Dia da Secretária, flores, e produtividade

Todo o dia 30 de setembro, no Brasil e em alguns outros países do mundo, é comemorado o Dia da Secretária (ou Secretário). Confira mais sobre sua história abaixo – e leia sobre o estudo de Harvard/Chicago Business School que comprova: flores no local de trabalho aumenta em até 50% a produtividade média do empregado!

Lilian Sholes nasceu em 30 de setembro de 1850. Por ocasião do centenário de seu nascimento,  as empresas de máquinas de escrever fizeram diversas comemorações. Entre elas, concursos para escolher a melhor datilógrafa. Tais concursos alcançaram sucesso, passando a repetir-se anualmente, a cada 30 de setembro. Como muitas secretárias participavam, o dia passou a ser conhecido como o “Dia das Secretárias”.


Desde que começou a ganhar relevância entre as datas comemorativas brasileiras – o que se deu em meados dos anos 80 e 90, com o ressurgimento dos escritórios e do mercado financeiro no país, e especialmente após o ganho de poder de compra na estabilização monetária do Real – o presente principal dado às secretárias (e mesmo secretários) por todo o Brasil vem sendo, inegavelmente, as flores. Fáceis de adquirir e de diferentes faixas de custo – podendo variar desde algo mais simples, porém belíssimo, até arranjos mais elaborados e duradouros – lindos buquês, vasos e plantas vem enchendo as mesas de escritórios de todo o país, no dia 30/09 de cada ano. E estudos mostram que os diretores, gerentes e chefes país afora podem estar acertando em cheio no presente: um estudo da Universidade de Harvard em parceria com a Chicago Business School confirma que a presença de flores e plantas naturais em escritórios e ambientes de trabalho pode aumentar a produtividade do empregado em até 50%. De acordo com a pesquisa, o efeito é especialmente notado em funcionários com trabalho intensivo em um mesmo local, como secretárias, operadores e officers em geral.

Quer dar flores para sua secretária, outro empregado merecedor – ou mesmo presentear alguma outra empresa parceira, selando um negócio com mais efetividade? Conte com o profissionalismo e a experiência de quem está desde 2000 entregando flores e cestas de café-da-manhã/gourmet em mais de 160 países e regiões ao redor do mundo. A FloraWeb realiza seus serviços por meio de floristas locais de altíssima qualidade, com agilidade e comodidade. Os preços exibidos, em catálogos separados por país de envio, já incluem todas as taxas, não havendo surpresas ao pagar o pedido! Clique aqui e confira mais!

Fonte: Fenassec e Revista Science

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Seriam as flores de Cabo, na África do Sul, as mais bonitas do mundo?

Seria presunçoso afirmar que a região do Cabo, na África do Sul, possui as flores mais bonitas do mundo? Para os botânicos que estudam o bioma, não. O Cabo é um ecossistema extraordinário e um dos mais ricos do planeta em biodiversidade. Aqui as plantas são mais importantes que os grandes mamíferos que dão fama ao continente.

“Apesar da pequena área, a região do Cabo é um dos seis reinos florais do planeta. Em termos relativos, é o mais diversificado de todos. Encontramos cerca de 9.100 espécies de plantas e 6.226 delas são endêmicas, só existem aqui”, afirma Richard Cowling, botânico que reside em Scarborough, a meio caminho entre a Cidade do Cabo e a ponta da Península do Cabo da Boa Esperança.

Richard convida-me a acompanhá-lo ao quintal e dá início à aula do dia. Ele explica que a vegetação local abriga quatro tipos principais de plantas: proteas, éricas, restionáceas e bulbos. “Do total de 870 espécies de éricas no mundo, 74% são endêmicas da região do Cabo”, diz o botânico com entusiasmo. “Temos aqui também uma tremenda variedade de bulbos, mais de 1.500 espécies. Quando os europeus chegaram ao Cabo ficaram entusiasmados com os gladíolos, frésias e açucenas e desenvolveram uma lucrativa floricultura.”

Um dos bulbos mais elegantes do Cabo é o George Lily (Cyrthanthus elatus) da família das Amaryllidáceas ou açucenas. A flor está rodeada de restionáceas, uma planta que existe a 65 milhões de anos.  (Foto: Haroldo Castro/ Época)

Botânicos locais, do Grupo de Conservação de Flora de Simon’s Town, identificaram que a Península do Cabo abriga 2.285 espécies de plantas em apenas 477 km2. Quando comparada a outras áreas com a mesma dimensão, a península possui a maior concentração de diversidade floral no mundo. A proporção de espécies por quilômetro quadrado é ainda maior na reserva natural Cabo da Boa Esperança. Em apenas 78 km2 a área protegida hospeda quase 1.200 plantas. Os estudiosos orgulham-se em dizer que essa pontinha da África é 2.500 mais rica que a do Reino Unido.

A alta diversidade das plantas na Província Floral do Cabo é explicada pelo clima – a convergência dos dois oceanos, Atlântico e Índico, com suas águas frias e quentes – e pela topografia variada, composta de planaltos, montanhas, vales e planícies costeiras. Essa heterogeneidade de ambientes e microclimas permitiu a evolução de milhares de espécies.

O Cabo possui cinco famílias e 160 gêneros de plantas que só existem na região e contêm 70 das 115 proteas. Com tantos argumentos a favor, o pequeno território é considerado uma prioridade para a conservação da biodiversidade. A Conservation International a classifica como um dos 37 hotspots do planeta.

A flor da protea Leucospermum cuneiforme, um pouco antes de desabrochar completamente (Foto: Haroldo Castro/ Época)

A manhã seguinte também tem seu cunho didático: visito o Jardim Botânico Kirstenbosch. Ao pé da Montanha da Mesa, o lugar abriga 5 mil exemplos da flora sul-africana. Nada de espécies invasoras, como os eucaliptos, odiados na região; apenas plantas locais.

Sigo sugestão de Cowling e vou diretamente ao espaço das proteas. O que deveria ser uma visita superficial transforma-se em um mergulho no mundo das flores dessa família. Contrastando com as folhas verdes, grossas e escuras, cada espécie desabrocha uma diferente joia. Os estames de cores vivas – vermelho, laranja ou amarelo – abrem-se como que querendo revelar a magia da natureza.

Flores de uma protea do gênero Leucospermum colorem os canteiros do jardim botânico Kirstenbosch da Cidade do Cabo. (Foto: Haroldo Castro/ Época)

Busco a King Protea, a mais exuberante de todas. Sua flor, de pétalas rosadas, pode chegar a 30 cm de diâmetro e se mantêm aberta durante semanas. A King Protea é o rei da família das Proteáceas, que compreende 115 súditos (61% são sul-africanos) e é reverenciada como flor nacional. A planta assemelha-se a uma alcachofra vermelha, aparência que sugeriu o nome para a espécie – cyranoides – ou seja, “como uma alcachofra”. O nome protea também inspirou os jogadores de críquete, um esporte popular no país, e a seleção sul-africana leva o apelido.

Existem mais de 70 espécies de proteas na região do Cabo. A King Protea, Protea cynaroides, é a maior de todas.  (Foto: Haroldo Castro/ Época)
Um exemplar da King Protea na natureza, nas montanhas de Outeniqua, entre Oudtshoorn e Mossel Bay. A flor jovem (à esquerda) assemelha-se a uma alcachofra.  (Foto: Haroldo Castro/ Época)
Fonte: Revista Época
E você sabia que a FloraWeb – Flores para o Mundo entrega também em diversos países africanos, inclusive a África do Sul, Nigéria, Egito, Marrocos, Angola e Moçambique? Clique aqui e consulte nossos catálogos para vários países nos cinco continentes, com preços únicos e parcelamento em até 3x sem juros! Emocione e surpreenda alguém amado, não importando a distância, com toda a comodidade da especialista em entregas internacionais!
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

Blog com Informações sobre Flores ao Redor do Mundo